12 de mar de 2014

Memórias Afetivas do Cinema em Imperatriz (Parte II)

Cine Fides | Priscila Gama e Marizé Vieira

Um cinema de gala! Era assim o Cine Fides, empreendimento de Lourenço Avelino "Sr. Leó" (antigo arrendatário do Cine Muiraquitã). Com estilo arrojado e estrutura digna das melhores salas de cinema do país, o Fides (Nome dado em homenagem à filha, de mesmo nome) fora inaugurado no ano de 1974, com a exibição do filme "O homem mais forte do mundo". 

Ao contrário do Cine Muiraquitã, o Fides tinha uma característica peculiar, pois além de atuar em um ponto determinado da cidade, também funcionava de forma itinerante, levando o entretenimento também aos, na época, distritos de Imperatriz, como Açailândia.

É com lágrimas nos olhos que o Sr. Leó relembra a época de ouro do cinema em Imperatriz. "Era uma festa ir pro cinema, os jovens se arrumavam, iam perfumados, marcavam os encontros. Toda a vida social girava em torno do cinema", conta.

Ainda no final da década de 70, a chegada da TV na cidade fez o movimento do cinema decair. Sr. Leó se viu obrigado a migrar pra outras cidades, como Marabá, onde mantinha outra sala. Adversária implacável, a televisão, com uma programação mais diversificada atraia o público que por vezes, assistia o mesmo filme só para ter pra onde ir. "A gente tinha muita dificuldade pra conseguir as fitas, quando chegavam em Imperatriz, já estavam danificadas, aí o povo foi desinteressando". 

Entre 1970 e 1985, as grandes salas de rua do pais passam por uma devastadora especulação imobiliária e o cinema passa por uma transformação definitiva. As grandes e tradicionais salas que não fecham, ironicamente, viram cinemas eróticos ou igrejas evangélicas. 

Mesmo com a resistência, com a busca de apoio de órgãos públicos, como a prefeitura, foi inevitável o fechamento do Cine Fides, tendo perdurado até o fim dos anos 80 .


____
O Cine Fides localizava-se na Rua Cel. Manoel Bandeira, 1917, onde hoje funciona a sede regional da Igreja Mundial do Poder de Deus.  

Créditos: O titulo dessa postagem, bem como o seu conteúdo faz referência direta ao filme de mesmo título. Uma produção de Marizé Vieira e Priscila Gama, que conta a história das três mais importantes salas de cinema da cidade. (Muiraquitã, Fides e Marabá). Esse conteúdo não pode ser copiado sem autorização.

Fotos: Do acervo pessoal de Sr. Leó e Família 


0 comentários:

Postar um comentário

Leu? Gostou? Então Comenta!

Copyright © 2014 Agora Binhí!