28 de mar de 2014

Secretaria Municipal de Saúde realiza capacitação sobre Síndrome de Hunter

O curso foi promovido para Agentes Comunitários de Saúde, médicos e enfermeiros da Equipe Saúde da Família

Com o objetivo de informar e capacitar os profissionais que estão em contato direto com os usurários do SUS, para que possam identificar casos suspeitos de crianças que podem ter a Síndrome de Hunter - doença que acomete um a cada 162 mil nascidos vivos; a Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS), por meio do Departamento de Atenção Básica (DAB) realizou na manhã da última quarta (26) um treinamento para aperfeiçoar o diagnóstico dessa patologia.

Levando em consideração a estimativa acima citada, presume-se que dentro da área atendida por Imperatriz pode existir cerca de 10 crianças portadoras da Síndrome. “Viabilizamos este treinamento por esta síndrome ser bem antiga porém pouco conhecida. E a melhor forma de identificação e tratamento é preparando nossos profissionais que representa a porta de entrada dos nossos usuários na rede pública de saúde”, explicou Anderson Nascimento, coordenador da Atenção Básica.

As orientações a cerca da doença foram conduzidas pela Médica Pediatra da Universidade Federal do Maranhão, Francisca das Chagas, com auxílio da Empresa Biomarim Shire representada pelo funcionário Carlos Henrique, que afirmou: “Nas comunidades e nos postos de saúde, o profissional tem condições de visualizar os sintomas da doença e levantar a suspeita. O diagnóstico mais preciso é feito  mediante realização de exame de sangue que encaminhamos para ser feito no Rio Grande do Sul”.

Carlos Henrique disse ainda durante o treinamento que foi acordado com a coordenação da Atenção Básica que todo caso considerado suspeito será encaminhado para realização de exames e tratamento. “Estamos com o projeto de disseminação do conceito e conhecimento da doença, e temos todo o suporte em diagnóstico, então surgindo a suspeita, pode ser encaminhada para Dra. Francisca, ou notificado para  Anderson que nos avisará para tomarmos as providencias necessárias”.

Na capacitação, foram distribuídos diversos materiais como cartilhas, folders, informativos e livretos que explicam as características, sintomas, e formas de identificar a Síndrome de Hunter que é conhecida também como Mucopolissacaridose. O material conforme observado é bem ilustrativo e informa claramente a respeito da doença.

___________

A Síndrome de Hunter é um distúrbio genético grave que causa sérias consequências e que até a algum tempo atrás não existia nem mesmo formas de tratá-la. Os sintomas se relacionam principalmente com o aumento do fígado e do baço deixando a barriga maior. Às vezes surge uma hérnia devido à pressão do abdome. As articulações ficam menos móveis e mais espessas e a face tende a ficar inchada. A doença é um distúrbio hereditário recessivo ligado ao cromossomo X, que afeta principalmente pessoas do sexo masculino. Embora incomum, já foram relatados casos de Hunter em mulheres e normalmente a doença é mais branca. Vale observar que as mulheres também podem ser apenas portadoras da Síndrome.


Ascom

0 comentários:

Postar um comentário

Leu? Gostou? Então Comenta!

Copyright © 2014 Agora Binhí!